ATENÇÃO



Querido companheiro de profissão, se você se interessar por alguma postagem e não conseguir uma boa impressão envie-me e-mail que ficarei feliz em compartilhar. Abraço.
profclaugeo@yahoo.com.br

Atividades de Historia e Geografia

Nos sites abaixo você encontra todos os meus arquivos em doc word.

Visite


Entre para o grupo

Curriculo Básico Comum(CBC)

Encontre aqui o CBC, Orientações pedagógicas para suas aulas e Roteiros de atividades.
Clique no link abaixo:
http://crv.educacao.mg.gov.br/sistema_crv/index2.aspx??id_objeto=23967

25 de jul de 2012

Avaliação de Língua Portuguesa

E.E.”Dr JOAQUIM VILELA”
AVALIAÇÂO DE NGLÊS / 2012                               
ALUNO (A):________________Nº___               SÉRIE:
 PROFESSOR: ____________                           VALOR: _____                                                                         NOTA:   _______                                                           
                                                                                                                                           BOA SORTE!!!
Leia o texto a seguir com atenção.
A FESTA NO CÉU
Espalhou-se entre as aves a notícia de que haveria uma grande festa no céu. Todas as aves compareceriam e os outros animais ficariam com inveja, pois sendo incapazes de voar, não poderiam ir.
Adivinhe quem disse que iria também à festa? O sapo! Logo ele, pesado e nem conseguindo correr, seria capaz de aparecer nas alturas! Pois o sapo disse que tinha sido convidado e ia de qualquer jeito. Os bichos quase morreram de rir. Os pássaros então, nem se fala.
O sapo tinha um plano. Na véspera, procurou o urubu e deu uma prosa, divertindo muito o dono da casa. Depois disse:
— Bom, amigo urubu, quem é manco parte cedo e vou indo, porque o caminho é comprido.
O urubu pediu confirmação:
— Você vai mesmo, né?
— Se vou? Te vejo lá!
Em vez de sair, o sapo disfarçou, deu meia-volta, entrou pela janela do quarto e vendo a viola em cima da cama, meteu-se dentro, encolhendo-se todo.
O urubu, mais tarde, pegou a viola, amarrou a tiracolo e se mandou para o céu.
Chegando no céu, o urubu arriou a viola num canto e foi procurar outras aves.
O sapo botou um olho de fora e vendo que estava sozinho, deu um pulo e
ganhou a rua, todo feliz. Não queiram saber o espanto que as aves tiveram, vendo o sapo pulando no céu. Perguntaram, perguntaram, mas o sapo fez conversa mole. A festa começou e o sapo se espalhou. Lá pela madrugada, sabendo que só podia voltar do mesmo jeito que veio, o sapo foi se esgueirando e correu para onde o urubu havia se hospedado. Procurou a viola, acomodou-se e ficou à espera.
O sol saindo, acabou a festa e os convidados foram voando, cada um pra seu destino. O urubu pegou a viola e tocou para a terra.
Ia pelo meio do caminho quando, numa curva, o sapo se mexeu e o urubu, espiando para dentro do instrumento, viu o bicho lá no escuro, todo curvado, feito uma bola.
— Ah, camarada sapo! É assim que você vai à festa do céu? Confiado você, hein?
E, daquela altura, emborcou a viola. O sapo despencou. E dizia, na queda:
Béu! Béu!
Se eu desta escapar. Nunca mais bodas ao céu!
E vendo as serras lá embaixo:
— Arreda, pedra, senão eu te arrebento!
Bateu em cima das pedras como uma abóbora, espedaçando-se todinho. Ficou em pedaços. Nossa Senhora, com pena do sapo, juntou os pedaços e o sapo viveu de novo. Por isso o sapo tem o couro cheio de remendos.      (Luís Câmara Cascudo)
Interpretação
1- A notícia de que haveria uma festa no céu provocou um sentimento de inveja em alguns animais. Por quê? Justifique essa afirmação.


2- Por que os bichos morreram de rir quando o sapo disse que iria à festa?


3- “O sapo tinha um plano.” Qual era esse plano?



4- No final do texto, o sapo recebe um prêmio. Em que consiste esse prêmio?

5- Você poderia explicar com as suas palavras as principais diferenças entre a linguagem formal e a linguagem informal? Em quais lugares podemos encontrar cada uma delas?

6- No texto “A festa no céu”, predomina a linguagem mais formal ou mais informal? Explique e dê um exemplo que confirme a sua resposta.


7- Transcreva do trecho a seguir uma expressão que representa um uso próprio da linguagem oral:
— Ah, camarada sapo! É assim que você vai à festa do céu? Confiado você, hein?


8- Quantos parágrafos o texto possui? Enumere-os no texto.

9- O que é o clímax da história? Em qual (is) parágrafo(s) encontramos o clímax desta história?


10- A história que você leu “A festa no céu” é um conto popular. Se você tivesse que explicar para alguém o que é o conto popular, o que diria?
OBSERVAÇÃO:
Todas as questões abaixo são em forma de testes e para cada uma delas só existe uma alternativa correta.
11- Leia a tirinha:
O que justifica o uso abreviado da forma verbal “estão” na fala da menina?
A)A busca por uma linguagem mais cuidada.
B)A tentativa de apresentar uma linguagem formal.
C)A representação de uma linguagem próxima da fala.
D)O grau de distanciamento emocional entre as crianças.
________________________________________________________________________________________________
12- Leia a expressão abaixo:
“Ele tem pé quente!”
Como você já sabe, a expressão destacada é um dito popular. Qual é o sentido que ela produz?
A) Ele tem um segredo guardado.
B) Ele tem desconfiança.
C) Ele é grande dançarino.
D) Ele é uma pessoa de sorte.
________________________________________________________________________________________________
13-
A linguagem informal é caracterizada por:
A) seguir as regras de uma gramática normativa eleita como variedade-padrão.
B) ser mais espontânea e descontraída.
C) geralmente não empregar gírias.
D) ser mais utilizada em palestras, reuniões científicas, documentos oficiais.
________________________________________________________________________________________________
14-
Nós estudamos que os momentos de uma narrativa tradicional podem ser organizados da seguinte maneira:
A) Situação inicial e conflito.
B) Situação inicial, conflito e final.
C) Situação inicial, conflito, clímax do conflito, desfecho.
D) Situação inicial, conflito, desfecho e clímax do desfecho.
________________________________________________________________________________________________
15-
Dizemos que um texto está em prosa quando está organizado em:
A) versos.
B) frases contínuas formando parágrafos.
C) frases formando poema.
D) frases formando estrofes.